Mundo Verde adquire marca de cosméticos naturais Aloha

O Mundo Verde, rede especializada em alimentação saudável, anunciou a aquisição de 100% da Aloha, empresa de óleos essenciais e cosméticos naturais. A aquisição é a 2ª realizada pela varejista em um período de dez meses. O Mundo Verde ampliará seu portfólio de produtos naturais e passará a comercializar os cosméticos da Aloha em suas mais de 400 lojas em todo o país, além dos seus e-commerces.

A Aloha foi fundada em 2017 pelo empresário Carlos Wizard Martins, em sociedade com suas filhas Priscila Martins e Thaís Martins.

Em pouco mais de dois anos de existência, formou uma rede de 10 mil consultores, que comercializam seus produtos por meio da venda direta em todo o Brasil. A companhia trabalha com cinco linhas principais: óleos essenciais, facial, fragrâncias, cuidados pessoais e nutrição.

Para Carlos Wizard Martins, a aquisição será benéfica para o crescimento das duas marcas. “A força de distribuição do Mundo Verde complementará o excelente trabalho que vem sendo feito pelos consultores Aloha e fará com que os produtos da marca cheguem a um número ainda maior de consumidores. Acreditamos que esse movimento tem o potencial de fazer a Aloha crescer dez vezes nos próximos cinco anos, atingindo um faturamento de R$ 200 milhões”, afirmou.

De acordo com Charles Martins, CEO do Mundo Verde, a compra da Aloha é mais um movimento estratégico feito pela rede tendo em vista ampliar seu portfólio de produtos e canais de distribuição. No final de 2018, a rede adquiriu a Natue, maior plataforma de comércio eletrônico de produtos naturais do Brasil, com faturamento de R$ 18 milhões em 2017.

“O crescimento via aquisições é uma das estratégias que definimos para o Mundo Verde. Por serem dois negócios da carteira de investimentos do grupo Sforza, e que atuam sob o mesmo conceito de saudabilidade, acreditamos que a união das duas operações faz total sentido. Além disso, trará mais benefícios ao cliente Mundo Verde, que passará a contar também com os óleos essenciais e cosméticos de ponta da Aloha”, explicou.

Com a aquisição, João Carlos Pacall, atual COO do Mundo Verde, assumirá o cargo de diretor geral da Aloha, enquanto Willian Alexandrino assume como diretor de marketing da rede de cosméticos, com a missão de ampliar a visibilidade e penetração da marca em nível nacional.

O Mundo Verde faturou R$ 580 milhões em 2018 e a estimativa é encerrar 2019 com crescimento de 25% em receita, além de 450 lojas. O portfólio da rede conta, atualmente, com mais de 3 mil produtos voltados para a saudabilidade. Diariamente, as lojas da varejista recebem mais de 120 mil consumidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *