A Aloha é pirâmide?

Algumas pessoas perguntam: A Aloha é pirâmide?

A Aloha Life é uma das mais novas empresas de Carlos Wizard Martins, um dos maiores empreendedores brasileiros que, juntamente com suas filhas Priscila e Thais, trouxeram para o Brasil o conhecimento dos óleos essenciais para bem estar, saúde, prosperidade e felicidade dos brasileiros.

Carlos iniciou sua trajetória empreendedora fundando a escola de idiomas Wizard em 1987, expandiu para todo o Brasil e adquiriu outras redes de escola de idiomas, como a Yázigi, construindo a maior rede de ensino de idiomas do planeta, vendida em 2013 para a empresa britânica Pearson por aproximadamente 2 bilhões de reais – a maior transação referente a uma rede de ensino de idiomas na época. Hoje o Grupo Sforza possui mais de dezessete empresas, dentre elas Topper, Rainha, Mundo Verde, Taco Bell, Pizzas Hut.

A Aloha, lançada em maio de 2017, atua no mercado de vendas diretas e multinível, também conhecido como Marketing de Rede ou Marketing de Relacionamento, é baseada na propagação do negócio através de seus consultores, que fazem a venda dos produto ou o consumo do mesmo, e indicam o a marca da empresa criando uma rede de consumidores e/ou vendedores que gera comissões, bônus ou prêmios destinados tanto para o profissional quanto para a rede que ele está inserido.

“As pirâmides financeiras são negócios totalmente distintos do marketing multinível. Elas são esquemas ilegais de movimentação financeira. O marketing multinível é uma atividade legalizada, baseada na comercialização de produtos e serviços” – Edmundo Roveri

O Marketing Multinível é um modelo de venda que permite o recrutamento e a participação dos vendedores nos lucros obtidos. Para isso, ele oferece relações comerciais com pessoas fora da estrutura financeira.

No caso da pirâmide, não há serviços ou produtos repassados para quem está do lado de fora, o que impossibilita o lucro e o crescimento do sistema. Ou seja, a sustentação do negócio se dá apenas pelo investimento dos novos participantes e não pelo lucro de venda. A lógica é simples: os que investem inicialmente — e que estão no topo da pirâmide — podem lucrar, já que os novatos — a base — vão continuar a investir pequenas quantias no processo, que automaticamente repassa o valor para os membros do topo. A base, por sua vez, não receberá retorno algum, uma vez que não haverá mais investimento de lugar nenhum e, assim, a empresa não terá como bancar a base, que sempre é maior que o topo. Ou seja, a pirâmide é um esquema de marketing sem produto e com receita dependente da inserção de novos membros. 

A Aloha Life é um modelo de negócios que representa expressiva fatia do PIB dos Estados Unidos e está em amplo crescimento no Brasil, certificada e regulamentada pela Associação Brasileira de Vendas Diretas (ABVD), requisito básico para qualquer empresa nesse modelo de negócios comprovar sua idoneidade e legalidade.

A Aloha Life fundada e dirigida por um dos maiores empreendedores do país, e também sócio de pessoas de sucesso como por exemplo Ronaldo Nazário (o Fenômeno), Neymar e Flávio Augusto, Carlos Wizard Martins traz para a Aloha toda a credibilidade e segurança necessárias para esse modelo de negócios, empresa esta comandada por duas mulheres poderosas Priscila Martins e Thais Martins.

Ouça agora o que Carlos Wizard Martins diz sobre pirâmides financeiras:

Se você quer conhecer melhor essa oportunidade, basta clicar aqui e lhe apresentaremos a Aloha Life através de um curso de início rápido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *